Notícia: Vacina contra Covid-19 para crianças

Publicado em 13/01/2022

Vacina contra Covid-19 para crianças


Vacina contra Covid-19 para crianças

Em 15 de dezembro de 2021 a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou a indicação de uma das vacinas contra Covid-19, a Comirnaty® (Pfizer-BioNTech), em crianças de 5 a 11 anos de idade.

A autorização foi feita após análise técnica criteriosa de dados e estudos clínicos conduzidos pelo laboratório. Segundo o órgão, as informações indicaram que a vacina é segura e eficaz para os pacientes pediátricos.

No início de janeiro de 2022 o Ministério da Saúde incluiu crianças no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19.

Vacina para adolescentes e adultos X vacina para crianças

Assim como a vacina utilizada em pacientes maiores de 12 anos, a vacina para crianças é baseada em RNAm, que auxilia o sistema imunológico a gerar anticorpos contra o vírus, porém difere em alguns aspectos como demonstrado abaixo:

 

 

Vacina para crianças de

5 a 11 anos*

Vacina para maiores de

12 anos*

Dose

10 microgramas

30 microgramas

Volume da dose

0,2 mL

0,3 mL

Doses por frasco

10 doses

6 doses

Quantidade de diluente

1,3 mL de solução de cloreto de sódio 0,9%

1,8 mL de solução de cloreto de sódio 0,9%

Armazenamento do frasco fechado**

10 semanas em temperatura de 2°C a 8°C

1 mês em temperatura de 2°C a 8°C

Cor da tampa do frasco

Laranja

Roxa

* Comirnaty® (diluir antes de usar)

**após ser retirado do congelamento

 

A aplicação será em duas doses com intervalo de oito semanas. Caso a criança complete 12 anos no intervalo entre as doses, a segunda dose deve ser a da vacina utilizada para pacientes de 5 a 11 anos.

Atualmente, não é recomendada a dose de reforço para crianças menores de 12 anos.

É aconselhado um intervalo de 15 dias entre a vacina contra Covid-19 e outra vacina do calendário infantil.

Segurança e eficácia da vacina para crianças entre 5 a 11 anos

Antes da recomendação da vacinação contra Covid-19 em crianças, estudos clínicos foram conduzidos com milhares delas e não foram identificadas implicações graves com a segurança da vacina.

Foram realizadas pesquisas de fase 1, 2 e 3 neste grupo etário, mostrando que após duas doses da Comirnaty® as crianças apresentaram uma resposta de anticorpos neutralizantes em concentrações similares às observadas em pessoas de 16 a 25 anos.

A segurança e a eficácia da vacina em crianças com menos de 5 anos ainda não foram estabelecidas.

Reações adversas

Algumas reações podem ocorrer após a vacina, são transitórias, desaparecendo em poucos dias, e incluem:

·         Dor, vermelhidão e inchaço no local da aplicação

·         Fadiga

·         Dor de cabeça

·         Dor muscular

·         Calafrios

·         Febre

·         Náusea

Reações adversas graves, como anafilaxia, após a vacinação contra a Covid-19 são raras. Pais e cuidadores devem ser orientados a alertar sobre qualquer alergia que a criança possa apresentar.

Saiba mais

·      A vacina não causa a doença.

·      Não há evidências de que a vacina cause problemas de fertilidade.

·      Não é necessária a apresentação de receita médica.

·      A data de início da aplicação da vacina ainda não foi anunciada, porém já foram encomendadas doses para o primeiro trimestre de 2022.

·      No momento, a vacina contra Covid-19 da Pfizer-BioNTech é a única autorizada para uso em pacientes a partir de 5 anos de idade.

·      A Anvisa está avaliando o pedido de indicação de outra vacina, a CoronaVac, para crianças e adolescentes na faixa de 3 a 17 anos.

 

 

Referências:

BRASIL. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Anvisa aprova vacina da Pfizer contra Covid para crianças de 5 a 11 anos. Disponível em: <https://www.gov.br/anvisa/pt-br/assuntos/noticias-anvisa/2021/anvisa-aprova-vacina-da-pfizer-contra-covid-para-criancas-de-5-a-11-anos>. Acesso em 12 jan. 2022.

BRASIL. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Anvisa avança na análise de dados da vacina CoronaVac para crianças. Disponível em: <https://www.gov.br/anvisa/pt-br/assuntos/noticias-anvisa/2022/anvisa-avanca-na-analise-de-dados-da-vacina-coronavac-para-criancas>. Acesso em 12 jan. 2022.

BRASIL. Ministério da Saúde. Ministério da Saúde antecipa 600 mil doses pediátricas da Pfizer para janeiro. Disponível em: <https://www.gov.br/saude/pt-br/assuntos/noticias/2022/janeiro/ministerio-da-saude-antecipa-600-mil-doses-pediatricas-da-pfizer-para-janeiro>. Acesso em 12 jan. 2022.

BRASIL. Ministério da Saúde. Nota Técnica nº 2/2022-SECOVID/GAB/SECOVID/MS. Disponível em: <https://www.gov.br/saude/pt-br/coronavirus/vacinas/plano-nacional-de-operacionalizacao-da-vacina-contra-a-covid-19/notas-tecnicas/2022/nota-tecnica-02-2022-vacinacao-de-5-11-anos.pdf>. Acesso em 12 jan. 2022.

COMIRNATY: vacina covid-19. Responsável técnico: Liliana R. S. Bersan. Wyeth Indústria Farmacêutica Ltda: São Paulo, 2021. 1 bula para profissionais.

LABORATÓRIOS PFIZER. Covid-19 – Principais perguntas & respostas sobre vacina Pfizer e Biontech. Disponível em: <https://www.pfizer.com.br/sua-saude/covid-19-coronavirus/covid-19-principais-perguntas-respostas-sobre-vacina-pfizer-e-biontech>. Acesso em 12 jan. 2022.

UNITED STATES OF AMERICA. Centers for Disease Control and Prevention. Covid-19 vaccines for children and teens. Disponível em: <https://www.cdc.gov/coronavirus/2019-ncov/vaccines/recommendations/children-teens.html>. Acesso em 12 jan. 2022.



topo